Pagine

Ouça a Rádio Navegantes

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O Tiburcio e os Tiras - Causos de Galpão

O Tiburcio era uma figura rara e muito conhecida la no Baitaca. Sempre bem pilchado, com uma bombacha de favo, lenço, guaiaca e demais indumentárias. A coisa que o vivente mais gostava de fazer era mexer com os brigadiano. Certa feita, Tiburcio colocou um trabuco na cintura e inticou com os milicos. Os policiais correram atrás do xiru, tomaram-lhe a arma e lhe deram uma baita tunda de laço. O Tiburcio, em seguida, foi em casa, voltou, e tornou a fazer a mesma coisa. Não deu outra: os brigadianos cagaram-lhe de pau novamente. Depois, sentou-se no banco da praça e, ali, bolou um novo plano. Foi até a padaria do Tarciano, comprou dois pães d'água e colocou-os na cintura. Depois, passando em frente dos brigadianos, mostrou-lhes o volume formado nas suas roupas. Os policiais militares não tiveram dúvidas: correram de novo atrás do Tiburcio. E ele, correndo mais do que eles, entrou na delegacia e colocou-se, rapidamente, em frente ao delegado. levantando a camisa, gritou:

- Seu Delegado, vim agora la do Tarciano e esses milicos querem me tomar "os pão" de tudo quanto é jeito.! 
Os brigadianos ficaram com a maior cara de "nenê cagado" ao constatarem que o Tiburcio, daquela feita, não tinha mais armas na cintura, mas apenas pães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.